Racum Tecnologia

15 Dicas para Reduzir Ruídos

O ruído é o grande fantasma dos podcasters, a grande maioria não tem recursos ou disposição pra investir em um estúdio. Quem mora em centros urbanos mais densos ainda precisa lidar com os sons do trânsito, tráfego aéreo e vizinhos barulhentos. Felizmente existem técnicas para minimizar o problema.

Para entender o ruído precisamos entender um pouco da física do som. Tudo o que ouvimos pode ser classificado como ruído ou sinal: sinal é o conteúdo realmente desejado e ruído é qualquer outra coisa que não nos interessa. A “Relação Sinal-Ruído” é o que define a quantidade de cialis cheap online canadian pharmacy ruído, e essa medida é relativa, afinal a intensidade do ruído depende do sinal que queremos captar.

Quando você entra em um estúdio de áudio profissional você tem a ligeira impressão de ter ficado surdo, isso ocorre porque o ruído é tão baixo que geralmente não experimentamos uma situação dessa no dia-a-dia. Em um ambiente controlado como esse qualquer som mínimo se destaca do ruído, e é facilmente captado. Quando a Relação Sinal-Ruído está baixa o suficiente fica muito mais fácil retirar completamente o ruído digitalmente.

Segue uma lista de dicas para reduzir o ruído durante as várias etapas de uma gravação:

Antes de Gravar

1 – Verifique as portas e janelas: a regra geral é abrir as portas para reduzir a reverberação e fechar as janelas para reduzir o ruído externo. Se algum outro cômodo da casa emitir muito barulho desconsidere. Se tiver cortina feche, se não tiver instale!

2 – Desligue ar-condicionado e ventilador: isso pode ser um problema em alguns lugares, principalmente se fechar a janela. Gravar a noite é uma alternativa para reduzir o calor.

3 – Se possível “acampe na cama”: se o seu Podcast for de áudio considere gravar na cama fazendo um um cobertor de “barraca“. A cena é meio ridícula, mas o resultado é muito bom!

4 – Se agende com sua vizinhança: no meu caso eu sei que os fins de lexapro drugs semana são mais quietos, porque tem menos trânsito, menos atividade comercial e se tiver alguma construção provavelmente é dia de folga. Caso more perto de algum aeroporto repare que a direção dos aviões varia com vento, escolha gravar quando os aviões aterrizarem pelo seu lado, o lado da decolagem é muito mais barulhento.

5 – Cuidado com a estática: aterre bem seu computador, se suas tomadas não são de 3 pinos aterradas arrume um no-break. Quem tem notebook pode gravar usando a bateria em vez da fonte de energia.

6 – Desligue o celular: não estou recomendando isso por causa do ringtone, mesmo o celular no modo silencioso interfere nos microfones, principalmente quando ele está prestes a receber uma chamada, e despeja o máximo de potência para estabelecer a conexão com as antenas-célula. Exemplo desse ruído.

Durante a Gravação

7 – Fale perto do microfone: isso ajuda a aumentar a relação sinal-ruído. Tome cuidado com a respiração, se seu microfone captar muito ruído de deslocamento de ar use um pop-filter.

8 – Monitore com um bom fone de generic cialis pills canada ouvido: se você estiver usando uma interface de áudio ou pré-amplificador com entrada para fones de ouvido use-as. Ouvir o que o que o microfone está captando em tempo real é útil. Se você conecta tudo diretamente no computador use algum software de redirecionamento de áudio, como o Audio Hijack Pro e Soundflower no Mac ou o JACK no Linux.

9 – Ensine seus amigos: quem grava podcasts a distância com várias pessoas via Skype ou Gizmo precisa informar as dicas desse tutorial, assim a qualidade do áudio deles também vai melhorar. Importante: obrigue todos a usar fones de ouvido, no caso deles pode ser um modelo simples mesmo, a idéia aqui é só evitar os ecos.

10 – Use Double-Ender: quando o Podcast possui algum participante remoto via Skype ou Gizmo, o áudio recebido pelo programa não possui a mesma qualidade do microfone que ele foi captado por causa da compressão dos dados. Essa é uma técnica que não é muito fácil de implementar mas gera ótimos resultados: cada um dos participantes precisa gravar seu áudio em paralelo com o programa de comunicação e enviar o arquivo gravado para a pessoa que vai editar o podcast. Os requisitos são que todos precisam usar fone de ouvido para gravar apenas sua voz, e todos precisam de cialis order uk uma boa banda para enviar o arquivo depois.

Depois de Gravar

11 – Entenda a teoria do Som: não tem como escapar: Áudio é pura Física e Matemática! Entender pelo menos os conceitos básicos é fundamental para gravar um bom áudio:

Freqüência: é a quantidade de ciclos de um som, medida em Hertz (Hz). O ouvido humano é capaz de identificar freqüências de 20Hz a 20000Hz, e essa faixa decai um pouco com a idade.

Decibel: é a intensidade do som, medida em Decibés (dB). Em um contexto digital os decibés não são valores absolutos, a intensidade máxima é marcada como 0dB e todas as variações estão na escala negativa. Tudo que está acima de 0dB será “clippado” (cortado) e terá um som distorcido e metalizado.

12 – Aprenda a usar o Espectrograma: é um gráfico que mostra a distribuição das freqüências na vertical e o tempo horizontal. No Audaciy existe um modo de visualização desse gráfico, mas antes altere algumas configurações para melhorar sua compreensão:

Depois mude do modo “Waveform” para o modo “Spectrum log(f)“. Isso vai mostrar o espectro de purchase levitra 10 mg online forma logarítmica, prefira esse modo, já que o modo linear não mostra os graves e foca demais nos agudos.

O espectrograma substitui a visualização padrão:

13 – Aplique o filtro High Pass: repare que a imagem do meu teste acima possui ruído de baixa freqüência. Esse tipo de ruído é o mais comum em cidades, se estiver usando um microfone de alta captação, como o meu, vai acabar gravando esse ruído junto. O filtro High Pass “corta” todas as freqüências abaixo de um valor determinado, no meu gráfico a maioria dos ruídos se concentram abaixo de 60Hz, então vou usar esse valor como parâmetro de corte. No Audacity o filtro está no menu “Effect” -> “High Pass Filter“:

Selecione o “Rolloff” no máximo e a freqüência em 60Hz. O resultado é um gráfico com as freqüências baixas mais limpas:

14 – Aplique filtro Low Pass: esse filtro faz a mesma coisa que o anterior só que na parte oposta do espectro, ele corta os sons mais agudos, Ruídos como estática e cliques geralmente estão nessa faixa; repare no exemplo que pouco antes de eu começar a falar tem um ruído agudo no gráfico. Mesmo que você não ouça esses ruídos é indicado aplicar o filtro. Nesse exemplo eu estabeleci 15000Hz porque minha voz está bem abaixo disso. No Audacity o filtro está no menu “Effect” -> “Low Pass Filter“:

Selecione novamente o “Rolloff” no máximo, mas dessa vez a freqüência em 15000Hz. Repare que no gráfico as manchas não estão mais tocando o teto:

Nota 1: Esses testes com os filtros “High Pass” e “Low Pass” estão parametrizados para minha voz. Não aplique esses valores indiscriminadamente em instrumentos musicais, especialmente os muito graves ou muito agudos. Analise sempre o gráfico antes de aplicar um filtro e compare o resultado.

Nota 2: Se incluir alguma música ao Podcast use outra trilha isolada e garanta que os filtros não passem por essa trilha.

14 – Aplique o filtro de Redução de Ruído: seria muito fácil se todos os ruídos estivessem nas extremidades do espectro! Infelizmente muitos estão sobrepostos justamente na nossa voz, e pra remover precisamos de order viagra 50 mg online um filtro mais complexo, que processa o som por um algoritmo de padrões. No Audacity esse filtro requer algumas etapas: primeiro selecione uma área que possua apenas ruído:

Em seguida vá em “Effect” -> “Noise Removal…“:

Clique no botão “Get Noise Profile“, isso vai fechar a caixa de diálogo e ensinar pro algoritmo o que é considerado ruído. Repare que fiquei em silêncio intencionalmente antes de começar a falar para coletar uma amostragem do ruído. Agora selecione todo o tempo da trilha em “Edit” -> “Select All” e volte ao diálogo do Noise Removal.  Os valores variam de acordo com tipo de ruído, continue alterando e clicando no botão “Preview” até ouvir um bom resultado. Quando ouvir um resultado satisfatório clique em Ok.

Repare que a área que só contém ruído está muito mais limpa, e a voz tem menos influência desse ruído.

15 – Comprima com cuidado: se seu podcast é só de voz a tentação de baixar o bitrate do seu arquivo de áudio é grande. Mesmo que só tenha vozes no podcast não baixe a menos que 64Kbps, isso garante uma voz nítida. Se estiver gravando sozinho prefira comprimir em mono.

 

Essas foram as dicas que eu coletei ao gravar meus áudios, caso você tenha mais alguma idéia que queira compartilhar use o comentário logo abaixo.


Creative Commons License
   Este Artigo está licenciado sob Licença Creative Commons Atribuição 3.0.

Tags: ,

10 Comentários para “15 Dicas para Reduzir Ruídos”

  1. Em 09/06/2008 00:20, Daniel Amaral escreveu:

    Olá.
    Muito boas as suas dicas. Parabéns pela forma como aborda o tema e como as explica…
    Quero saber se conhece o Amadeus. As dicas podem também ser aplicadas a ele?
    Acha que o Audacity trás melhores resultados?

    Agradeço pela atenção.

    Daniel

  2. Em 09/06/2008 00:20, racum escreveu:

    Olá Daniel

    Eu nunca usei o Amadeus, mas baixei ele aqui pra testar. Você pode usar os filtros de High Pass e Low Pass do Audio Units da Apple: AUHipass e AULowpass. O filtro de redução de ruído dele se chama Denoise, e funciona de forma parecida. Quanto a qualidade, os 2 parecem chegar a resultados bem parecidos.

  3. Em 09/06/2008 00:20, Jonny - Infopod escreveu:

    Fala Racum

    Eu sempre gostei de velharia… uso Flash 4, Photoshop 6, Dreamweaver 3… e com audio não fujo da regra! Utilizo o Cool Edit pro 2.0!!!

    Ler esse tutorial me deixou com vontade de mudar para o Audacity!!

    Parabéns!

  4. Em 09/06/2008 00:20, Vanassi escreveu:

    Cara, muito bons seus artigos, esse seu site virou minha referência, vou indicar pra todos os podcasters que conheço. Obrigado pelas dicas.

  5. Em 09/06/2008 00:20, paulo ernani escreveu:

    oi amigo tudo bem, vendo este post, será q/ vc. não tem um tutorial p/ tirar a voz da música p/ q/ eu possa usar como playback, ou estou pedindo muito p/ o audacity.
    obrigado e fico no aguardo.
    abçs.

  6. Em 09/06/2008 00:20, racum escreveu:

    Sim Paulo, existe uma maneira de reduzir os vocais, mas existem dois poréns: primeiro é que sempre vai ficar um vocal fantasma bem baixo, não importa o quanto se limpe; e segundo que os instrumentos com freqüências similares à voz humana também serão reduzidos.

    Existe um tutorial em vídeo no YouTube:
    http://www.youtube.com/watch?v=PqXiKYG3J7M

    Eu testei essa técnica e tive resultados razoáveis. Existem ainda plugins pagos para isso, mas segundo os reviews nenhum é perfeito, o que deixa essa técnica do Audacity com um bom custo-benefício.

  7. Em 09/06/2008 00:20, Daniel Anand escreveu:

    Muito bom o artigo! Maçã-D (Adicionado ao favoritos! )

  8. Em 09/06/2008 00:20, klauk escreveu:

    Olá, rapazeada

    Muito boas as dicas de ruido. Baixei há pouco tempo, para testar o Audacity e o Cool Edit. Os 2 são bons, realmente. Essas dicas são importantes para o entendimento da coisa. Mas, acho importante frisar: O ideal é não ficar esperando milagres desses softwares e sim focar a atenção numa melhor captação do som, valeu, abraços!!!

  9. Em 09/06/2008 00:20, Lolla escreveu:

    entao… minha dificuldade [e inversa: como inserir ruido, editando a relaçao S/R? como editar/controlar a saida(intensidade) de cada uma das faixas em dB? obrigada

  10. Em 09/06/2008 00:20, racum escreveu:

    Olá Lolla

    Estranho… geralmente a gente luta bastante pra se livrar dos ruídos! :) Mas imagino que você deve estar tentando alcançar algum efeito artístico.

    Eu recomendo três formas:

    1 – No Audacity, adicione uma Track nova, e nela insera ruído com o menu Generate -> Noise. Depois reduza bastante o volume com o menu Effect -> Amplify, e arraste o slider o máximo que puder para a esquerda. Esse método bera um ruído uniforme, igual o de TV analógia fora-do-ar.

    2 – Se o ruído do método anterior for muito uniforme para sua necessidade, você pode baixar fragmentos de ruído e sons ambientes (tipo metrô, escritório, parques, etc) do site freesound.org. Adicione esses fragmentos de audio em uma Track separada, e regule o volume dela à vontade.

    3 – Essa é um pouco mais técnica: use o espectrograma (siga os passos no artigo) para identificar as faixas de freqüência com maior incidência de ruído, depois equalise (Effect -> Equalization) para dar mais destaque às essas faixas.